Notícias

  • Preço do bezerro foi o destaque de alta no 1° mês de 2020

  • Data: 03/02/2020
  • Fonte: http://www.farmnews.com.br/mercado/preco-do-bezerro-10/
  • Preço do bezerro foi o destaque de alta no 1° mês de 2020
  • A alta no preço do bezerro foi a maior dentre as commodities agrícolas acompanhadas pelo Farmnews em janeiro de 2020.

    Além da expressiva valorização dos animais de reposição, vale destacar que das 4 commodities, boi gordo, bezerro, milho e soja, o valor da arroba dos animais para abate e a soja apresentaram queda.

    Mas ainda sim todas as commodities agrícolas destacadas acima tiveram preços médios muito acima do praticado no mesmo período do ano anterior (janeiro de 2019).

    O preço do bezerro, segundo indicador Cepea e, apurado em Reais por cabeça, apresentou alta de quase 13% no mês de janeiro, uma vez que variou dentro do período entre R$1.467,5 e R$1.655,0 por cabeça.

    E claro, é importante ressaltar que em janeiro de 2020 o preço do bezerro alcançou o maior valor nominal da história.

    O milho, segundo dados do indicador Cepea, apresentou a segundo maior alta dentre as 4 commodities, com ganho de 5,6%, variando de R$48,43 e R$51,16 por saca entre o início e o final de janeiro de 2020.

    A Figura a seguir ilustra a variação acumulada dos preços das commodities, boi gordo, bezerro, milho e soja, segundo dados do indicador Cepea, em janeiro de 2020.

    Fonte: Dados do Cepea (adaptado por Farmnews)

    E do lado negativo, o preço do boi gordo e da soja (base Paranaguá – PR), com queda, respectivamente de 1,1% e 3,1%.

    Pois é, enquanto o preço do bezerro apresentou a maior alta acumulada em janeiro de 2020, a soja ficou com a maior queda, de 3,1%.

    E, claro, é importante destacar, como mencionado anteriormente que mesmo com a queda dentro do mês de janeiro de 2020, o preço médio de ambas as commodities ficaram muito acima do valor observado no mesmo período de 2019.

    O preço médio do boi gordo em janeiro de 2020 (indicador Cepea), por exemplo, foi de R$193,05 por arroba, valor 26,8% maior que o praticado em janeiro de 2019 (R$152,20 por arroba).

<< Voltar