Notícias

  • O mês de novembro de 2019 deve ser lembrado por muitos anos pela pecuária do Brasil

  • Data: 29/11/2019
  • Fonte: http://www.farmnews.com.br/mercado/pecuaria-do-brasil/
  • O mês de novembro de 2019 deve ser lembrado por muitos anos pela pecuária do Brasil
  • Isso porque o período foi marcado por preços recordes reais do boi gordo (considerando-se a série do Cepea, iniciada em 1994) e da carne no atacado (série iniciada em 2001).

    No caso da arroba do boi no estado de São Paulo, novembro será marcado por ter registrado as duas mais intensas altas diárias do Indicador do boi gordo ESALQ/B3 – no dia 5, a elevação foi de 5,05%, e no dia 21, de significativos 11,85% – e, consequentemente, pelo expressivo avanço mensal.

    No dia, 27, o indicador Cepea fechou a R$231,00 por arroba, acumulando forte elevação de 35,3% na parcial deste mês (entre 31 de outubro e 27 de novembro).

    No acumulado do ano, até o dia 28 de novembro (R$228,95 por arroba), o preço do boi gordo apresentou alta de 53,7%, uma vez que iniciou o ano de 2019 cotado a R$149,00 por arroba.

    Pois é, e além da restrição de oferta do período de entressafra, a crescente demanda chinesa por carne bovina brasileira é um dos fatores que muito contribui para essa escalada de preços.

    Aliás, o movimento de alta da pecuária de corte do Brasil em 2019 tem refletivo na expectativa de preços futuro da arroba, como pode ser observado pelos valores dos contratos negociados com vencimento em maio e novembro de 2020.

    Para a carne, desde o dia 8 de novembro que a carcaça casada do boi apresenta consecutivos recordes diários reais. Nessa quarta, a carcaça casada do boi fechou a R$16,12/kg, aumento de 37,3% no acumulado do mês.

<< Voltar